O segredo dos realizadores

O segredo dos realizadores

Ser uma pessoa realizada hoje é uma das características mais procuradas pelas empresas. Num mundo cada vez mais conectado, eficiente e complexo, fazer “acontecer” faz toda a diferença. E não é só no mundo corporativo que esta característica é importante. Se você optou pelo caminho empreendedor eu diria que a capacidade de realizar é a característica mais importante.

O que diferenciam as pessoas que realizam coisas daquelas que procrastinam ou desistem? Já pensou nisso? Que tal pensar alguns segundos sobre esta questão nesse instante? Te convido a parar um minuto de ler este artigo e refletir um pouco.

REFLEXÃO DE 1 MINUTO

Agora, fica comigo, que gostaria de compartilhar meu ponto de vista. Quem sabe juntando a sua ideia com a minha chegamos em uma verdade mais abrangente.

Bom, no meu mundo, existem 4 fatores principais para que as pessoas, efetivamente, “façam acontecer”:

  • Propósito: Sem um porque claro, sem uma utilidade a chance de você engavetar qualquer iniciativa é enorme.
  • Prazer: Um propósito é fundamental, mas se não tiver “tesão” fica difícil, fica pesado, há um risco de jogar a toalha no caminho.
  • Responsabilidade: aqui eu gosto muito de usar a metáfora da bicicleta. O que acontece quando você para de pedalar sua bicicleta? Depois de algum tempo ela para correto? Isto também é assim com qualquer projeto seu. E é só você que pode pedalar a sua bicicleta.
  • Comprometimento perseverante: vivemos num mundo tridimensional, aqui as coisas ocorrem dentro de um tempo e um espaço (diferente das nossas ideias que são instantâneas e abstratas), por conta disso precisamos sustentar nossos esforços durante esse período.

Agora vou convidar você a construir uma imagem comigo. Pense em algum objetivo na sua vida. Avalie o propósito desse seu objetivo. Por que é importante para você cumprir este objetivo? Qual o significado dele para você? O que ele tem de especial? Agora avalie o quanto é prazerosa não só a conquista deste objetivo, mas o processo envolvido na conquista.

Quanto este processo te motiva? Dá uma coceira de começar agora? Agora, me fala de 0 a 100% quanto este objetivo depende de você para acontecer? Qual a sua parcela de responsabilidade? E por fim, o quanto você está comprometido a fazer o que precisa ser feito para ele acontecer? Por quanto tempo você acredita que consegue sustentar a energia? Já sustentou o comprometimento por algo parecido antes?

Diante desta reflexão, você pode avaliar como estão os seus ingredientes de realização. E se percebeu que alguns dos ingredientes não tá forte o suficiente, que tal pensar em alternativas para aumentá-los? Tenho certeza que sua criatividade pode ajudá-lo.

Reflita sobre estes aspectos, harmonize com os seus e depois me conta o resultado. Estou curioso para enxergar seu ponto de vista. Quem sabe juntos construiremos algo bem bacana.

Um abraço e até já, já…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *